Quais tecnologias já são realidade no varejo brasileiro?

O varejo físico está em constante transformação, e isso é muito bom. Investir na experiência do consumidor e trazer a tecnologia para o PDV é o futuro das lojas. Por isso, é importante que os gestores acompanhem a evolução das tecnologias e busquem continuamente por inovação.

Mas sabemos que isso não é fácil. Muitas notícias que vemos por aí parecem estar bem distantes da nossa realidade. Porém, isso não significa que trazer essas novidades para o seu negócio seja algo impossível de ser alcançado.

Neste post, vamos abordar as tecnologias que já são realidade no varejo brasileiro e mostrar como você pode escolher as melhores opções para a sua marca.

 

Começando pelo básico e essencial: Sistema de gestão (ERP)

O ERP concentra todas as informações da sua loja, por isso a escolha dele deve ser feita com muito estudo. Ele irá gerir todas as informações, desde administrativas, financeiras, contábeis, até clientes e compras.

É fundamental que o gestor use a tecnologia a favor do negócio. Então, não adianta contratar uma ferramenta difícil de usar ou que apresente instabilidades. Conheça alguns pontos importantes a serem considerados ao escolher uma ferramenta de gestão para a empresa:

 

  • Acesso na nuvem: Claro que esse ponto varia bastante de acordo com perfil do gestor.  Porém ter um sistema em nuvem garante mobilidade e acompanhamento da operação de qualquer lugar.
  • Usabilidade: Adquirir um sistema difícil apenas irá causar atritos e insatisfação na equipe. Pense nas pessoas que mais irão utilizar e se elas conseguirão usar a ferramenta normalmente.
  • Custo-benefício: Um sistema de ERP é um investimento para o seu negócio. Assim, ao buscar por opções, não olhe somente o preço, mas sim qual, de fato, atende às suas necessidades. Lembre-se, também, de conferir os valores de manutenção, não somente a contratação.

 

Além de um bom ERP, existem outras tecnologias que farão toda a diferença em seu PDV e, principalmente, na experiência de compra do seu cliente. Claro que não é preciso investir em todas de uma vez, mas é fundamental acompanhar as novidades do mercado e integrá-las ao seu negócio aos poucos.

Aproveite um dia em que você estiver passeando no shopping e experimente conversar com vendedores de diferentes lojas sobre tecnologias para PDV. A grande maioria não entenderá exatamente do que você está falando. Novidades como espelho inteligente, totens interativos, entre tantas outras, estão distantes dos vendedores e a culpa não é deles. Poucas marcas investem em trazer inovação ao PDV, indicativo de que quem fizer isso estará na frente.

 

Totens e mostruários interativos

Já imaginou entrar em uma loja e, ao pegar um item, o próprio mostruário apresentar mais informações sobre o produto, imagens dele sendo utilizado e comentários de compradores? Para pessoas com um perfil adepto ao atendimento self-service, ou seja, que prefere escolher os produtos por conta própria, sem o auxílio do vendedor, esse tipo de tecnologia faz toda a diferença.

A mesma ideia é possível com totens interativos, onde o próprio cliente pesquisa por outros produtos que combinam com aquela peça (pensando em vestuário) ou por dicas de presentes para a mãe ou namorado(a).

 

Integração com o e-commerce da marca

Se você também vende on-line, já conhece a grande briga das lojas físicas com os e-commerces, e os argumentos são inúmeros: que os preços das lojas on-line são mais em conta (mesmo que seja da mesma marca), que um cliente vai até a loja apenas experimentar o produto e depois finaliza a compra na loja virtual, entre outros.

Não é inteligente fazer o seu e-commerce competir com a sua própria loja física. Então, por que não integrar os dois? Já é comum a prática de comprar on-line e retirar na loja, beneficiando o cliente, por ter o produto em mãos mais rápido, e o vendedor, que pode desenvolver o atendimento pós-vendas e, até mesmo, estimular uma nova compra. Outra opção é permitir que, caso a loja não tenha o produto que o cliente deseja, ele possa comprar pelo e-commerce ali mesmo, e que o vendedor receba a comissão por ter feito todo o atendimento.

 

Check-out facilitado

Ter que passar por uma fila ou ter que esperar por qualquer motivo para pagar e finalizar a compra é uma parte estressante para qualquer cliente. Imagine: o cliente já está com o produto em mãos, muitas vezes passou por inúmeras lojas para encontrá-lo, e agora o que ele quer é apenas pegar o produto e ir embora.

Pensando nisso, por que não agilizar esse momento? É possível utilizar os totens interativos comentados anteriormente ou, ainda, deixar os vendedores equipados para encerrar a venda ali mesmo, sem a necessidade de o cliente dirigir-se até o caixa.

 

Contador de fluxo

Essa tecnologia é facilmente encontrada no varejo brasileiro. Consiste em um aparelho instalado na porta do estabelecimento que conta a quantidade de pessoas que olham a vitrine, quantas entram e até contabiliza o tempo que elas permanecem na loja.

Esse tipo de sistema é interessante para analisar o horário de maior fluxo, áreas quentes e frias da loja e da vitrine, taxa de conversão e outros indicadores importantes para sua loja.

 

Assistente virtual e Analytics

Mesmo que o seu negócio conte apenas com um sistema de gestão, a quantidade de informações geradas por ele é imensa, representando um volume difícil de ser analisado por uma única pessoa. Mas existem soluções que interpretam esses dados e disponibilizam essas informações já analisadas ao gestor, oferecendo insights e sugestões de ações.

Ou, ainda, imagine contar com uma assistente virtual que irá sempre alertar quanto a possíveis problemas na operação, oferecer conteúdos que contribuam para solucioná-los e até parabenizar pelo bom desempenho? É como ter um assistente de confiança trabalhando sem parar.

Opções não faltam no mercado quando falamos em tecnologias para PDV. Porém, pode ser difícil decidir em qual investir primeiro. É fundamental que se analise qual tem o melhor custo-benefício e como cada opção se integra com as outras ferramentas que você já utiliza hoje.

Essas novas tecnologias não são uma moda passageira; não há volta para o antigo modelo do varejo físico. Assim, quanto antes você começar a estudar essas opções e investir na inovação da sua operação, maior será o seu diferencial competitivo e antes você perceberá os resultados.

 

Sobre a autora
Bruna Gonçalves é gerente de produtos na Disruptiva Franchise Intelligence, startup catarinense especializada em inteligência analítica para franquias e varejo.
Com a Consultora Virtual FR4N, o lojista receberá alertas de indicadores, recomendações de conteúdos, sugestões de ações para melhorar os resultados da operação e incentivos pelo bom desempenho.
Hoje, melhoramos a gestão de vendas, compras, estoque e clientes de redes de franquias e varejo fornecendo inteligência de dados para os seus empreendedores.

 

Deixe uma Resposta.

Contato

Joinville - SC
Rua Iririu, 1777 - sala 203 - Iririu - Joinville, SC
CEP 89227-015
0800 020 2807